Noticia de Cajati e Vale Baixada Santista e região do Estado de São Paulo!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Renan é afastado da presidência do Senado após tornar-se réu por peculato

Ministro do STF acata pedido para tirar peemedebista da linha sucessória da Presidência após virar réu


Imagem relacionada

Brasília – O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu nesta segunda-feira, 5, ao pedido da Rede Sustentabilidade e concedeu uma medida liminar (provisória) afastando o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado. A decisão foi tomada no âmbito de uma ação ajuizada pela Rede que pede que réus não possam estar na linha sucessória da Presidência da República.

“Defiro a liminar pleiteada. Faço-o para afastar não do exercício do mandato de Senador, outorgado pelo povo alagoano, mas do cargo de presidente do Senado o senador Renan Calheiros. Com a urgência que o caso requer, deem cumprimento, por mandado, sob as penas da Lei, a esta decisão. Publiquem.”, diz decisão do ministro divulgada no início desta noite no site do STF.


Renan virou réu quinta-feira passada (1), quando o STF decidiu, por 8 votos a 3, receber a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o senador pelo crime de peculato.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Chegamos a marca de 600 mil acessos rumando para um milhão

Chegamos a 600 mil acessos nesta quinta feira 1 de dezembro de 2016,muito obrigado a todos que tem tirado um tempinho para acompanhar nossas noticias aqui no Blog queremos continuar contando com vocês sempre porque sem vocês jamais teríamos  atingido a esta marca gloriosa.Abraços a todos esperamos vocês sempre aqui ate mais.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Os cinco maiores acidentes dos últimos anos que chocou o povo Brasileiro



            Incêndio da Boate Kiss em Santa Maria RS                                        240 mortos

boate-kiss-santa-maria

 Janeiro de 2013 uma noticia abalou o pais. A boate pegou fogo enquanto acontecia um evento para universitários como atração principal a banda Gurizada Fandangueira.
Um efeito especial que emitia faísca foi acionado e provocou incêndio no local, começando pelo teto. A casa só contava com uma saída de emergência disponível e cerca de mais de 240 pessoas morreram asfixiadas por conta da fumaça tóxica

      BARRAGEM ROMPE 17 PESSOAS MORREM EM MARIANA MG 

MG - BARRAGEM/MG/ROMPIMENTO/CORREÇÃO - GERAL - ATENÇÃO: CORREÇÃO DE LEGENDA. Estragos   causados em Bento Rodrigues, distrito   de Mariana, em Minas Gerais, que foi   atingido por rejeitos de mineração   depois de rompimento de duas     barragens da empresa Samarco. O     distrito tem aproximadamente 600     moradores. A sala de apoio do Batalhão     de Operações Aéreas de Corpo de     Bombeiros de Minas Gerais informou     nesta sexta-feira, 6, que cerca de 500     pessoas já saíram ou foram resgatadas     de Bento Rodrigues.    06/11/2015 - Foto: MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO
No dia 5 de novembro de 2015 o pais chocou ao saber da tragedia do município de Mariana no Estado de Minas Gerais.O rompimento de uma barragem arrasou uma vila inteira a força da água e lama levou tudo que estava pela frente matando pelo menos 19 pessoas  

        Avião de Eduardo Campo candidato a                                               presidência cai em Santos 

fotos-acidente-e-morte-eduardo-campos-em-santos940x529_7193aicitono_18v81l4vl15ik1ecc14qma5jef8l

Outra tragédia que comoveu o Brasil e foi motivo até de luto no país inteiro foi com o acidente aéreo com o ex-candidato à presidência Eduardo Campos. Ainda em época de campanha eleitoral, a aeronave do político caiu em um local residencial no bairro Boqueirão, cidade paulista localizada no litoral.
O acidente chocou o país. A bordo da nave estavam os assessores de Campos, copiloto, piloto e o ex-candidato. A causa ainda não foi esclarecida e, depois daquele dia, os rumos da campanha presidencial no Brasil mudou completamente.

       Explosão do Airbus da TAM em 2007


0,,11175571-EX,00
Um avião da TAM se chocou contra um prédio da empresa ao lado do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, e pegou fogo, no dia 17 de julho, causando a morte das 187 pessoas a bordo e de outras que estavam no solo.
A aeronave, um Airbus A320, vôo JJ 3054, partiu de Porto Alegre às 17h16 e pousou em São Paulo às 18h48 do dia 17 de julho. Percorreu toda a pista, virou à esquerda e atravessou uma avenida antes de bater no prédio, onde a empresa mantinha um depósito. O acidente é o maior da aviação no paí

Avião com equipe da Chapecoense cai na Colômbia e deixa 76 mortos  

Avião que levava a Chapecoense caiu próximo a Medellín, na Colômbia - Defesa Civil/Divulgação/CP
O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), informam autoridades colombianas. Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e cinco sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.
Segundo informações do Bom Dia Brasil, o diretor de um hospital envolvido no socorro disse que apenas cinco pessos sobreviveram ao acidente. São eles: os jogadores Alan Ruschel, Danilo e Follmann, o jornalista Rafael Henzel e um comissário. Uma sexta pessoa chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no caminho para o hospital.
Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.
Delegação da Chapecoense:
Alan Ruschel
Ananias Monteiro
Arthur Maia
Bruno Rangel
Aiton Cesar
Cleber Santana
Marcos Padilha
Dener Assunção
Filipe Machado
Jakson Follmann
José Paiva
Guilherme de Souza
Everton Kempes
Lucas da Silva
Matheus Btencourt
Hélio Zampier
Sérgio Manoel Barbosa
William Thiego
Tiago da Rocha
Josimar
Marcelo Augusto
Mateus Lucena dos Santos
Luiz Saroli
Eduardo Filho
Anderson Araújo
Anderson Martins
Marcio Koury
Rafael Gobbato
Luiz Cunha
Luiz Grohs
Sérgio de Jesus
Anderson Donizette
Andriano Bitencourt
Cleberson Fernando da Silva
Emersson Domenico
Eduardo Preuss
Mauro Stumpf
Sandro Pallaoro
Gelson Merísio
Nilson Jr.
Decio Filho
Jandir Bordignon
Gilberto Thomaz
Mauro Bello
Edir De Marco
Daví Barela Dávi
Ricardo Porto
Delfim Pádua Peixoto Filho
Jornalistas:
Guilherme Marques da Globo
Ari de Araújo Jr. da Globo
Guilherme Laars da Globo
Giovane Klein Victória da RBS
Bruno Mauri da Silva da RBS
Djalma Araújo Neto ada RBS
André Podiacki da RBS
Laion Espíndola do Globo Esporte
Rafael Valmorbida - Rádio FM
Renan Agnolin - Rádio FM
Fernando Schardong - Rádio AM
Edson Ebeliny - Rádio AM
Gelson Galiotto - Rádio AM
Douglas Dorneles - Rádio AM
Jacir Biavatti - Rádio FM
Ivan Agnoletto - Rádio AM
Tripulação:
Miguel Quiroga
Ovar Goytia
Sisy Arias
Romel Vacaflores
Ximena Suarez
Alex Quispe
Gustavo Encina
Erwin Tumiri
Angel Lugo
Estes foram os maiores acidentes dos últimos anos que chocaram o povo Brasileiro

22 jornalistas viajavam no voo da Chapecoense que caiu nesta madrugada

Profissionais iriam cobrir a final da Copa Sul-Americana entre o time catarinense e o Atlético Nacional de Medellí

O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín levava a bordo 22 jornalistas que iriam cobrir a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional de Medellín. De acordo com informações das autoridades colombianas, apenas Rafael Henzel, repórter da Rádio Oeste, teria sobrevivido. Veja abaixo a lista com os que estavam no voo:
Victorino Chermont (FOX)
Lilacio Pereira Jr. (FOX)
Rodrigo Santana Gonçalves (FOX)
Devair Paschoalon (FOX)
Mário Sérgio (FOX)
Paulo Clement (FOX)
Guilherme Marques (TV Globo)
Guilherme Laars (TV Globo)
Ari de Araújo Jr. (TV Globo)
Laion Espíndola (GloboEsporte.com)
Giovane Klein Victória (RBS) 
André Podiacki (RBS)
Bruno Mauri da Silva (RBS)
Djalma Araújo Neto (RBS)
Renan Agnolin
Gelson Galiotto
Fernando Schardong
Douglas Dorneles
Edson Ebeliny
Jacir Biavatti
Ivan Carlos Agnoletto
Rafael Henzel (Rádio Oeste)

Avião com equipe da Chapecoense cai na Colômbia e deixa mortos

Ambulância chega a hospital na Colômbia  (Foto: Reprodução/TV Globo)
O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), informam autoridades colombianas. Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e cinco sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.
Segundo informações do Bom Dia Brasil, o diretor de um hospital envolvido no socorro disse que apenas cinco pessos sobreviveram ao acidente. São eles: os jogadores Alan Ruschel, Danilo e Follmann, o jornalista Rafael Henzel e um comissário. Uma sexta pessoa chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no caminho para o hospital.
Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.
Delegação da Chapecoense:
Alan Ruschel
Ananias Monteiro
Arthur Maia
Bruno Rangel
Aiton Cesar
Cleber Santana
Marcos Padilha
Dener Assunção
Filipe Machado
Jakson Follmann
José Paiva
Guilherme de Souza
Everton Kempes
Lucas da Silva
Matheus Btencourt
Hélio Zampier
Sérgio Manoel Barbosa
William Thiego
Tiago da Rocha
Josimar
Marcelo Augusto
Mateus Lucena dos Santos
Luiz Saroli
Eduardo Filho
Anderson Araújo
Anderson Martins
Marcio Koury
Rafael Gobbato
Luiz Cunha
Luiz Grohs
Sérgio de Jesus
Anderson Donizette
Andriano Bitencourt
Cleberson Fernando da Silva
Emersson Domenico
Eduardo Preuss
Mauro Stumpf
Sandro Pallaoro
Gelson Merísio
Nilson Jr.
Decio Filho
Jandir Bordignon
Gilberto Thomaz
Mauro Bello
Edir De Marco
Daví Barela Dávi
Ricardo Porto
Delfim Pádua Peixoto Filho
Jornalistas:
Guilherme Marques da Globo
Ari de Araújo Jr. da Globo
Guilherme Laars da Globo
Giovane Klein Victória da RBS
Bruno Mauri da Silva da RBS
Djalma Araújo Neto ada RBS
André Podiacki da RBS
Laion Espíndola do Globo Esporte
Rafael Valmorbida - Rádio FM
Renan Agnolin - Rádio FM
Fernando Schardong - Rádio AM
Edson Ebeliny - Rádio AM
Gelson Galiotto - Rádio AM
Douglas Dorneles - Rádio AM
Jacir Biavatti - Rádio FM
Ivan Agnoletto - Rádio AM
Tripulação:
Miguel Quiroga
Ovar Goytia
Sisy Arias
Romel Vacaflores
Ximena Suarez
Alex Quispe
Gustavo Encina
Erwin Tumiri
Angel Lugo

sábado, 26 de novembro de 2016

Cajati a cidade mais poluída do Vale do Ribeira, rejeito de minério afeta meio ambiente e corrego e rio do municipio

Cava da mina de fosfato da Mineração Bunge em Cajati na região do Vale do Ribeira. Foto: IPT
O município que tem extração de minério pode colocar em risco a Saúde de sua população se a mineração não for planejada de forma sustentável, pode também se revelar uma atividade econômica perigosa para o meio ambiente, degradando a vegetação e o solo e alem dos riachos e rios.,

Em Cajati a extração de minério local tem prejudicado seriamente o meio ambiente e bem como também os riachos existentes no município partes desses rejeitos de minérios da fabrica acabam sendo levados pelos córregos afora e despejados no Rio Jacupiranguinha que corta ao meio da cidade.

 Nos últimos anos nota-se que o aumento de rejeito aumentou de modo consideravelmente chegando represar a estrada do acesso à vila Braz no município quando as água misturada com rejeitos e lamas cruzam sobre a via publica impedindo a travessia de veículos e pedestres

As principais causas disso são faltas de planejamento da empresa de mineração local e negligência da fiscalização da prefeitura e do meio ambiente que negligenciam diante dos fatos tendo em vista que ambos deveriam tomar medidas cabíveis no sentido de fiscalizar e evitar os fatos.

Com isso os córregos e rios acabam contaminados para banho e pesca haja vista que os peixes também morrem contaminados devido o efeito dos rejeitos dos minerais químicos despejados clandestinamente nos leitos.

 A possibilidade de a população contrair doenças, são muito grande uma vez que tendo contato com esse material. A água, contaminada não pode ser usada para banho, beber, cozinhar, ou lavar roupas. 

As pessoas que estão expostas aos resíduos tóxicos dos rejeitos ficam sujeitas a sofrer de problemas de saúde, isso qualquer cidadão leigo sabem disso não precisa ser profissional da na área de saúde problemas que pode causar como erupções na pele, dores de cabeça, vômitos, diarreia etc.

 A população pede melhoria no trecho afetado pelas águas na via pública e também mais fiscalização referente aos rejeitos jogado a céu aberto ao meio ambiente. Mas detalhes nas próximas horas


34 pessoas ficaram feridas na Dutra em Lorena SP em acidente com Ônibus

Ônibus tomba na Dutra e deixa passageiros feridos   (Foto: Divulgação/ PRF)
Foto Divulgação PFR
Um acidente com um ônibus deixou 34 pessoas feridas na manhã deste sábado (26) na Dutra em Lorena (SP). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o ônibus, que seguia do Rio de Janeiro para São Paulo, transportava 51 pessoas. O número de vítimas foi atualizado pela PRF no início da tarde.

O veículo tombou por volta das 6h e a pista no sentido SP precisou ser interditada por cerca de duas horas para atendimento às vítimas e retirada do veículo. As pistas foram liberadas às 8h e a lentidão chegou a cinco quilômetros.

No início da tarde, a PRF atualizou o balanço de feridos: 34 se feriram - sendo ao menos um em estado grave e cinco com ferimentos moderados - e 17 não se machucaram no acidente. As vítimas com casos mais graves foram socorridas a hospitais de Guaratinguetá e Aparecida.
Para atendimento à ocorrência, a concessionária acionou nove equipes, entre elas três resgates UTI e três viaturas médicas de intervenção rápida e contou com o apoio do Corpo de Bombeiros, Samu e da Polícia Rodoviária Federal.

As causas do acidente serão apuradas. Por nota, a Auto Viação 1001 lamentou o acidente ocorrido e informou que uma equipe atua para prestar assistência às vítimas.


quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Adolescente de 14 anos é encontrada morta em praia de São Vicente, SP

O corpo de uma adolescente de 14 anos que estava desaparecida desde o último domingo (20) foi encontrado, na manhã desta segunda-feira (21), em São Vicente, no litoral de São Paulo. A garota, que não teve a identidade revelada, estava tomando banho de mar quando sumiu.
De acordo com informações do Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBmar) da cidade, banhistas que estavam na praia do Gonzaguinha acionaram a corporação, na tarde de ontem, informando que uma garota havia desaparecido no mar.
Assim que receberam a informação, os bombeiros iniciaram as buscas para encontrar a menina, mas não tiveram sucesso. Segundo familiares, a adolescente era uma turista de São Paulo que estava na cidade com a família para aproveitar o fim de semana.
O corpo foi achado por volta das 6h30 desta segunda-feira na mesma praia onde havia desaparecido. Peritos foram acionados antes que o corpo fosse removido do local. O corpo será enviado ao Instituto Médico Legal de Santos para determinar as causas da morte.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Projeto qualifica atendimento à primeiríssima infância em Cajati


Projeto Aconchego encerra percurso formativo sobre o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários para o desenvolvimento infantil, com palestra sobre brincadeiras cantadas


A Rede Marista de Solidariedade, por meio do Centro Marista de Defesa da Infância, em parceria com o Instituto InterCement, encerra no dia 23 de novembro as atividades do projeto Aconchego, em Cajati (SP). Na ocasião será realizada a última formação do projeto com o arte-educador, músico e pesquisador sobre as infâncias Nélio Spréa, com o tema “Brincadeiras cantadas”. A formação acontecerá no Auditório do Departamento Municipal de Educação de Cajati.

Durante as formações realizadas no ano, o projeto contribuiu com a qualificação de todos os 40 agentes comunitários do município, 6 profissionais da Educação e 4 da Assistência Social, sobre fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e o brincar para o desenvolvimento integral da criança. Aconchego foi o primeiro projeto realizado envolvendo as três áreas (saúde, educação e assistência social) que proporcionou momentos de reflexão e análise de cenário do atendimento à Primeiríssima Infância local, e de planejamento de ações estratégicas conjuntas.

A gerente do Centro Marista de Defesa da Infância, Bárbara Pimpão, destaca que esse é um momento de celebração no qual os profissionais participantes do projeto, que realizam o atendimento às infâncias no município, assumem o compromisso de serem multiplicadores das experiências e estudos desenvolvidos neste percurso.

“Nesse período, foram construídos coletivamente documentos de sustentabilidade para continuidade das ações em defesa do brincar para o desenvolvimento infantil e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, contribuindo com a formação dos profissionais e na qualificação desse atendimento”, explica Bárbara.

Além disso, Bárbara conta que foram elaborados direcionamentos para a realização de oficinas lúdicas durantes as visitas domiciliares feitas por agentes comunitários às crianças de até 3 anos. Estes profissionais, chamados multiplicadores do projeto, articulam ações a serem realizadas com crianças e famílias em 2017 como continuidade da proposta.

De acordo Elthon Rodrigues de Oliveira, Diretor do Departamento de Saúde, o projeto foi importante para o município, pois nem todas as crianças têm acesso ao sistema educacional. 

“Ao oferecer esta formação aos profissionais que estão mais próximos da população, como os agentes comunitários de saúde, o projeto possibilitou uma abordagem que ultrapassa a visão do cuidar em saúde e passa a oferecer um cuidado que oportuniza o desenvolvimento do ser humano como um todo”, declara o diretor.

Resultados do projeto em Cajati

De abril a novembro de 2016, o projeto Aconchego realizou cinco seminários formativos trazendo temáticas relativas ao Desenvolvimento Infantil, Fortalecimento de Vínculos, Direitos da Crianças e ao brincar, com diversos especialistas. Um grupo de trabalho foi formado a partir do projeto, para planejar e discutir a sustentabilidade das ações. Este grupo elaborou propostas para subsidiar a continuidade das ações em 2017.

Outro ganho para a cidade proporcionado pelo projeto foi a confecção de cerca de 700 brinquedos durante os seminários e realização de 154 atividades lúdicas de multiplicação com os profissionais, famílias e crianças nas unidades de atendimento e espaços de apoio como igrejas, parques e centros comunitários.

Estes brinquedos estão e continuarão sendo utilizados pelos profissionais que realizam o atendimento às crianças tendo em vista o desenvolvimento integral destas.

domingo, 20 de novembro de 2016

Cheiro de esgoto na Rua Leopoldo Rodrigues preocupa moradores em Cajati Vale do Ribeira

TRECHO DE MAIS 150 METROS  APENAS UMA TAMPA DE ESGOTO  

RUA LEOPOLDO RODRIGUES BAIRRO PARAFUSO

Moradores reclamam  de cheiro forte de esgoto na Rua Leopoldo Rodrigues Bairro Parafuso município de Cajati no Vale do Ribeira. De acordo com  moradores do local  o cheiro de esgoto é devido a falta de manutenção que a Sabesp não faz no sistema de elevatória de esgoto que entopem sempre depois de uma nova elevatória construída no  bairro para atender algumas residência que não tinham o serviço.

Com o aumento da demanda o sistema que é antigo medindo  apenas quatro polegada que é de manilha de cerâmica já fora de uso pelas normais legais  não suporta a quantidade de detrito bombeado pela bomba e por isso os entupimentos são constantes e o cheiro do esgoto é insuportável e aumentam a cada dia disse um morador.

A Sabesp foi cobrada varias vezes mas não tomou nenhuma providencia ate agora.Outro problema que também se questiona  é que o caminhão que faz a manutenção não consegue desentupir devido a distancia de uma tampas para a outra e a mangueira de sucção que é menor não alcança ate o final e com isso a manutenção acaba pela metade sem resolver nada e o problema continua.

As tampas de esgoto existiam no local mas com o recapeamento de asfalto feito pelas empreiteiras da prefeitura municipal elas foram cobertas  pelo asfalto tanto a Sabesp e prefeitura ate agora não voltaram ao local para abrir novas tampas de manutenção.Em quanto a prefeitura e Sabesp não resolve o problema  os moradores  terão que conviver com essa situação.Mas detalhes a respeito nas próximos horas.

VEJA MAIS

Use do formulário ao final na página para mandar seu recado

Nome

E-mail *

Mensagem *